domingo, 30 de outubro de 2011

Páginas de Português sobre a língua portuguesa em Timor-Leste

Nuno Almeida

A emissão de Páginas de Português transmitida no passado domingo, 16 de outubro, na Antena 2, contou com a presença de Hanna Batoréo, que analisa a realidade da língua portuguesa em Timor-Leste, colocando várias questões: O que faz a língua portuguesa em Timor-Leste? E o que se faz com ela? A opção pela língua portuguesa, como língua oficial, que desafios implica, com que realidades se confronta?
Uma entrevista conduzida por Miguel Roque Dias.

A linguista e professora agregada do Departamento de Humanidades da Universidade Aberta descreve o panorama atual da LP em Timor-Leste, abordando várias questões: o número de falantes, a sua presença nos meios de comunicação social, a relação com as outras línguas usadas no território, a estratégia de cooperação e a mais recente polémica em torno das alterações propostas relativamente ao seu estatuto no sistema de ensino. Para finalizar, refere-se, em tom crítico, ao estado da investigação sobre esta temática:

“Tal como diz Luís Filipe Thomaz num dos seus livros de 2002, os portugueses normalmente sabem pouco de Timor e o pouco que sabem vão repetindo, de tal maneira que estas repetições passam a ganhar o estatuto de verdades absolutas. E, infelizmente, esta frase continua atual […]. Eu acho que todos nós temos de lutar no sentido de contribuir para que esta frase do professor Luís Filipe Thomaz deixe de ter a sua importância real, ou seja, que passem a aparecer pessoas como Soraia Lourenço ou como Nuno Almeida, pessoas que fazem estudos que contribuem para o conhecimento concreto do terreno […] e que mostrem as suas ideias, que mostrem como as coisas podem ser desenvolvidas no solo timorense.”

A entrevista tem cerca de 25 minutos e pode ser ouvida diretamente a partir do sítio da Antena 2 aqui, se bem que nem sempre se encontre disponível. Em alternativa, podem ver o pequeno filme que produzi para poder postar diretamente aqui no nosso blogue, no qual usei fotos que fui tirando em Timor.

video


Bookmark and Share

sábado, 8 de outubro de 2011

Ficha do Contraditório da Avaliação do PRLP, Timor-Leste

Tendo por base a observação dos resultados do PRLP/PCLP (processo de implementação, relevância, eficácia, eficiência, efeitos, sustentabilidade, coordenação e complementaridade, valor acrescentado e visibilidade) o Relatório do Projeto de Reintrodução da Língua Portuguesa em Timor-Leste (PRLP) – 2003-2009, de dezembro de 2010, aqui postado em abril de 2011, apresentou conclusões, lições aprendidas e recomendações.

Posteriormente, foi publicada no sítio do IPAD a Ficha do Contraditório da Avaliação do PRLP, Timor-Leste. Neste documento, os serviços / organismos responsáveis pela implementação das 25 recomendações constantes do referido relatório indicam a sua aceitação, apontando as medidas que irão tomar em conformidade, ou a sua rejeição, explicando o motivo para tal.

Para descarregar o documento (pdf), basta clicar na miniatura abaixo ou fazê-lo diretamente a partir do sítio do IPAD aqui.




Bookmark and Share